Foco

Integração Artística entre A China e o Ocidente nos Séculos XVIII e XIX

Introdução

 
 
Esta exposição apresenta mais de 300 pinturas de exportação e obras no “estilo de George Chinnery”, provenientes principalmente do Museu de Arte de Macau sob a égide do Instituto Cultural e do Museu de Guangdong, juntamente com uma selecção de obras do Museu de Arte de Hong Kong, do Departamento de Lazer e Serviços Culturais. Através de três perspectivas distintas – estilo de pintura, técnicas de pintura e materiais de pintura – a exposição revela o diálogo visual e a integração entre a China e o Ocidente, promovidos por artistas locais e estrangeiros na região do Delta do Rio das Pérolas, durante os séculos XVIII e XIX.
 
Este ano, para celebrar o 250º aniversário do nascimento de George Chinnery, a exposição apresentará particularmente mais de 100 obras criadas pelos estudantes de Chinnery e por aqueles que por ele foram profundamente inspirados. A mostra oferece uma reflexão exaustiva sobre a influência de Chinnery no sul da China e sublinha o papel de Macau na colisão e integração das culturas chinesa e ocidental, abrangendo vários temas, com destaque para plantas, barcos, paisagens, retratos e pintura de género numa interpretação do diálogo entre as técnicas de pintura da China e do Ocidente, nomeadamente óleo, aguarela, guache, esboços e gravura, proporcionando uma visão panorâmica da integração e adaptação dos materiais de pintura então utilizados.   
 
1. Integração dos Estilos de Pintura: George Chinnery e o Seu Estilo de Pintura  
O pintor britânico George Chinney (1774–1852) é considerado um dos mais influentes pintores ocidentais no Oriente durante o século XIX. Esta secção mostra obras de Chinnery e de outros artistas ocidentais, mas também de pintores macaenses e chineses como, por exemplo, Lamqua. 

Local: 3º andar do MAM
Duração: 2024/5/11 - 2024/9/15

2. Aclimatização de Técnicas de Pintura 
Nos séculos XVIII e XIX, o intercâmbio cultural entre a China e o Ocidente aprofundou-se, resultando na introdução e gradual integração das técnicas pictóricas chinesas e ocidentais nas costas do sul da China. Esta secção mostra pinturas botânicas, de navios, de paisagens, retratos e pinturas de género. O leque de temas pictóricos permite vislumbrar o diálogo visual entre as técnicas de pintura da época e a sua integração.

Local: 4.o andar do MAM (zona A)
Duração: 2024/5/11 -2024/8/11

3. Adaptação de Materiais de Pintura 
Através de uma variedade de obras e materiais de pintura chineses e ocidentais, incluindo óleos, aguarelas, guache, esboços e gravuras, esta secção oferece uma perspectiva da adaptação e integração dos materiais de pintura então usados.  
Local: 4.o andar do MAM (zona B)
Duração: 2024/5/11 -2024/8/11


Data de Abertura:
2024/05/10 18:30
Duração:
2024/05/11 - 2024/09/15